Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Com ‘empurrão’ do MP, Conselho vai preservar patrimônio histórico da Capital

Inicia atividades após 18 anos de criação

Tomaram posse, nesta sexta-feira (23), os oito titulares e oito suplentes do Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico de Campo Grande, que inicia suas atividades após 18 anos de criação. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) esteve na solenidade e afirmou que recomendação do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) foi fundamental para colocar em prática o colegiado.

“Quando a gente já estava finalizando [criação do conselho], veio uma recomendação do Ministério Público dizendo que há 18 anos já tinha aprovado, sancionado, e ficou apenas no papel. Eles exigiam o cumprimento. Foi quando nós dissemos que já tínhamos até data marcada para posse”, relatou Marquinhos após a cerimônia na manhã desta sexta-feira (23).

O Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico tem como missão zelar pelo patrimônio cultural, com o estudo das leis de proteção e conservação, valorização do patrimônio e acervo histórico no município.

É formado por representantes de órgãos governamentais e não governamentais com mandato de 12 de março de 2018 a 12 de março de 2020.

“Desde 2000 esse Conselho foi criado, mas não foi instituído. E hoje depois de 18 anos a gente coloca em prática essa Comissão, valorizando aquilo que nós temos de tão importante que são os nossos patrimônios”, comemorou a secretária municipal de Cultura e Turismo, Nilde Brum.

Responsável por criar o projeto que institui a Semana de Valorização do Patrimônio Histórico e Cultural de Campo Grande, o vereador Otávio Trad (PTB) também celebrou a iniciativa. “Isso é importante para resgatar um pouco da nossa história, da nossa cultura. Esse Conselho vai ser importantíssimo para a gente resgatar os centros históricos patrimoniais da nossa cidade”, disse.

Integrantes do Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico:

1- Secretaria de Cultura e Turismo – SECTUR

Titular: Joelma Fernandes Arguelho

Suplente: Leoneida Ferreira

2- Instituto do patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN

Titular: André Vilela Pereira

Suplente José Augusto Carvalho dos Santos

3- Agencia Municipal de Meio ambiente e Planejamento Urbano – PLANURB

Titular: Jacqueline Nascimento

Suplente: Larissa Teixeira

4- Universidade Católica Dom Bosco – UCDB

Titular: Roberto Figueiredo

Suplente: Alessandro Campos

5- Instituto de Arquitetos do Brasil/MS – IAB

Titular: Pela Yassuraia Braga Larsen

Suplente: José Marcos Fonseca

6- Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul – IHG

Titular: Alisolete Antonia dos Santos Weingartner

Suplente: Arlinda Cantero Dorsa

7- Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS

Titular: Maria Margareth Escobar Ribas Lima

Suplente: Eluiza Bortolotto Ghizzi

8- União de Associações de Moradores de Campo Grande/MS – UMAM:

Titular: José Gondim dos Santos

Suplente: Marco Antonio Mendonça

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...