Vitamina D ajuda ou não contra o Coronavírus?

Uma pesquisa realizada na Universidade de Turim, Itália, e divulgada em 26 de março, trouxe à tona uma importante relação entre o novo coronavírus e os níveis de vitamina D no organismo. Os dados coletados na cidade apontavam um alto número de pacientes com e deficiência do nutriente no organismo.

Após a divulgação da pesquisa, surgiram na internet mensagens duvidosas relacionando a Vitamina D ao coronavírus. Em algumas, o nutriente era apresentado como a cura para a . Em outras, como fator de prevenção contra a doença. Porém, não é possível afirmar que nada disso é verdade, ao menos por enquanto.

Apesar de apresentar uma conclusão esperançosa, a pesquisa italiana continha algumas falhas. Esses fatores fizeram com que o estudo não fosse publicado em nenhuma revista científica. Os médicos não divulgaram o número de pacientes participantes do estudo e nem os níveis de vitamina D no corpo de cada um deles – estatísticas essenciais para a credibilidade das pesquisas.

Portanto, ainda não é possível saber se a Vitamina D ajuda ou não contra o coronavírus. Por ser uma doença muito recente, há poucas descobertas oficializadas até o momento. No futuro, será possível saber exatamente se a tem relação direta com algum nutriente, mas, por enquanto, a maioria das informações ainda é especulação ou proveniente de estudos em andamento.

 

Deve-se fazer o uso de vitamina D?

Apesar de não ter eficácia comprovada na prevenção, cura, ou amenização dos efeitos da Covid, a Vitamina D é muito importante nos dias atuais, já que também se relaciona com o sistema imunológico e pode ajudar na prevenção de outras doenças, como a , os resfriados e as complicações cardiovasculares, além de trazer benefícios para a pele.

Uma das mensagens ligando a à vitamina D falava sobre a importância de expor a pele ao sol por 10 minutos diários. O texto foi desmentido pelo , em sua plataforma de combate às fake News. Ainda assim, a recomendação é seguir, em partes, os conselhos do texto, pois tomar sol todos os dias ajuda até em nossa saúde mental, muito prejudicada nestes tempos de pandemia. Isso ocorre porque a Vitamina D ajuda a aumentar os níveis de serotonina – o “hormônio da felicidade”. A recomendação é de 15 minutos diários de exposição, entre 10h e 15h.

A Vitamina D pode ser encontrada em alguns alimentos: bife de fígado, gema de ovo, salmão, atum, sardinha, cogumelos e ostras. Também existem suplementos alimentares ricos na vitamina, para aqueles que possuem deficiência, ou em quantidades moderadas, para aqueles que só querem aumentar os níveis. No entanto, a maior parte que necessitamos é obtida pelo nosso corpo apenas através do sol.

 

Vitamina D ajuda ou não contra o Coronavírus?
Mais notícias