Publicidade

Mesmo com bolsa rompida há 24h, HR diz que cesárea é eletiva

Hospital informou que parto da gestante deve ser feito no início desta tarde

Mesmo com a bolsa rompida há 24h, segundo denunciado por familiares, O HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) informou, por meio de nota, que a cesariana a ser feita na gestante Patricia Peixoto Dias, de 32 anos, é eletiva – cuja realização pode aguardar.

Segundo o hospital, “a previsão é de que o parto da paciente aconteça na tarde de hoje (19)”. O HR também informou que Patrícia está recebendo total assistência médica, com exames e avaliações.

Familiares da gestante reclamaram da demora do atendimento, mesmo 24 horas após o rompimento da bolsa. “Nossa preocupação é com ela e com o bebê, porque desde ontem já estava com pouco líquido. Quando questionamos eles falam que estão passando outras pessoas de casos mais graves”, reclamou um familiar.

Na nota, o hospital confirmou que o parto ainda não foi realizado pois o setor estava atendendo cirurgias emergenciais. Confira a íntegra:

“Informamos que a cesariana da paciente é eletiva, e que a mesma está recebendo total assistência médica, com exames, remédios e avaliação médica, ela ainda não passou pelo procedimento pois o setor estava atendendo cirurgias emergenciais, a previsão é de que o parto da paciente aconteça na tarde de hoje”.

Mais notícias