Conheça os tipos de Whey Protein, seus benefícios e como tomar

Whey Protein é um dos suplementos mais buscados nas academias. Entenda mais sobre seus subtipos e a melhor maneira de consumi-los para melhorar seus resultados.

Quem já frequentou uma academia sabe que uma das primeiras perguntas feitas pelo professor é o objetivo com o qual o aluno se exercita. A hipertrofia – ou seja, o desenvolvimento da massa muscular – está entre os mais populares. De acordo com especialistas, ela demanda mais do que uma rotina de treinos regrada: também é preciso ficar atento a fatores como a dieta, o consumo de álcool e até mesmo o sono. Por esse motivo, é comum que quem tem essa meta procure ingerir diferentes tipos de proteína, de modo a reduzir a trajetória até o corpo dos sonhos.

O consumo de proteína é indicado não só para adquirir músculos como também para baixar peso. Dietas a base de proteína ajudam a emagrecer porque restringem o consumo excessivo de carboidratos na alimentação, fazendo com que o organismo queime mais rapidamente a gordura armazenada.

O consumo de proteína pode ocorrer através da alimentação ingerindo alimentos ricos no nutriente como a carne, ovos e leite, além de vegetais como ervilha, feijão e soja, por exemplo. Mas a ingestão de proteínas também pode ocorrer na forma de suplementos.

Entre todas as substâncias que podem ser usadas com esse fim, uma das mais populares é o Whey Protein. Apesar disso, nem todas as pessoas sabem o que ele é, quais são os tipos existentes e nem mesmo quais são as maneiras de consumi-la.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue lendo e confira algumas informações fundamentais sobre esse suplemento.

O que é Whey Protein?

O termo Whey Protein nada mais é do que o nome comercial dado à proteína do soro do leite. Obtida durante o processo de produção do queijo, essa substância ajuda na recuperação dos músculos após os treinos pesados que são necessários para a hipertrofia.

Vale ressaltar que, pese ao fato de o termo ser usado sempre para se referir a esse tipo de proteína, ele está disponível em diversas variedades. Como cada uma delas tem características muito particulares, é fundamental se informar antes de iniciar o consumo.

Quais tipos de Whey Protein existem?

Concentrada, hidrolisada e isolada. Entre as pessoas que querem comprar Whey Protein, é comum se deparar com essas e outras variações do produto. Confira as diferenças entre eles a seguir.

Whey Protein concentrado

Também conhecido como WPC, o Whey Protein Concentrado se destaca por ser o mais acessível disponível no mercado. Seu conteúdo proteico fica entre 70 e 80%, sendo que o restante fica distribuído entre carboidratos e gorduras. Como ele tem lactose, pessoas com intolerância devem evitá-lo.

Vale ressaltar que, por mais que essa seja a versão mais em conta do suplemento, é fundamental que o produto adquirido seja de uma marca reconhecida. Isso é importante pois, do contrário, há a chance de que a mercadoria tenha sido adulterada, ou mesmo que o valor proteico real seja inferior àquele do rótulo.

Whey Protein hidrolisado

Ao contrário do que muitos pensam, pessoas com problemas digestivos podem consumir o Whey Protein. Nesse caso, basta ter o cuidado de escolher um tipo que seja adequado ao funcionamento de seu organismo, evitando qualquer mal estar e, ao mesmo tempo, melhorando os resultados da prática esportiva.

De acordo com especialistas, o melhor tipo de suplemento para tais situações é o Whey Protein hidrolisado (WPH). O motivo por trás disso é o fato de que, nesse caso, a substância passa por um processo de filtragem mais rigoroso, o que reduz o tamanho das moléculas e facilita a sua absorção pelo organismo. Com isso, a proteína fica disponível mais rapidamente para os músculos.

Whey Protein isolado

Como o seu próprio nome diz, o Whey Protein isolado (WPI) se caracteriza por ter mais proteína que a média, e, assim, menos lactose. Isso é feito por meio de um isolamento da substância durante o processo de fabricação. Por mais que sua absorção seja mais rápida que a média, a versão hidrolisada ainda é a mais indicada para quem tem essa prioridade.

Blends proteicos

Mais recentemente, um tipo novo de suplemento proteico tem aparecido nas lojas especializadas: os blends. Pese ao nome diferenciado, eles nada mais são do que uma mistura dos diversos tipos de Whey Protein. Com isso, o sabor melhora e o custo fica mais baixo.

Como consumir o Whey Protein?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Whey Protein é uma substância versátil, que pode ser consumida de diversas maneiras. Confira algumas delas a seguir:

Misturada com água

Em academias, é muito comum ver pessoas bebendo uma espécie de shake proteico após os treinos. Ele nada mais é do que a maneira mais comum de consumir suplementos: diluídos em água.

Em vitaminas

Quem não gosta do sabor do Whey Protein também tem alternativas a seu alcance. Uma delas é o seu consumo em vitaminas, junto com frutas, leite e outros itens.

Em refeições

Por último, o Whey Protein também pode servir de ingrediente para outras receitas, como panquecas, bolos e tortas. Assim, esses pratos se tornam mais saudáveis, ajudando na obtenção do corpo dos sonhos.

Vale ressaltar que, por mais benefícios que o Whey Potein possa trazer, o melhor é que seja acompanhado e orientado por um profissional qualificado, como um nutricionista. Do contrário, o consumo do suplemento pode até mesmo prejudicar os resultados dos treinos.

Por agência de marketing digital emarket