Publicidade

Campo Grande participa de revisão de portaria sobre atenção à Aids e DST

Assessoria

Campo Grande é uma das cidades escolhidas para participar do trabalho de consultoria que está sendo realizado pelo Ministério da Saúde para a atualização da Portaria Conjunta Nº 1, de 2013, que institui o Regulamento de Serviços de Atenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs)/HIV/Aids. Na manhã desta quarta-feira (22) técnicos do ministério e das secretarias municipal e estadual de Saúde estiveram reunidos para discutir detalhes da reedição da portaria que define modalidades, classificação, organização das estruturas e o funcionamento dos serviços na rede de saúde.

O secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, participou da reunião durante a manhã e considerou o trabalho extremamente importante, uma vez que é necessário fazer a adequação e observar a realidade de cada região, Estado e município considerando, inclusive, a questão financeira e também disponibilidade de serviços e até mesmo de profissionais especialistas capacitados para atender os casos relacionados.

A integração com a Atenção Primária e até mesmo com a rede hospitalar também é uma das preocupações que devem ser levantadas.

O Ministério da Saúde selecionou cinco estados brasileiros para receberem a visita de consultores com o objetivo de conhecer e analisar os serviços de atendimento em saúde às pessoas vivendo com HIV nas redes municipal e estadual.

Além de Campo Grande, o  trabalho acontece  aqui no Estado no município de Dourados e nos estados de Pernambuco, Amazonas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A ideia é reunir informações que irão possibilitar a construção de uma nova portaria, mais atual e adequada à realidade no atendimento às pessoas que vivem com HIV/Aids.

De acordo com informações do Ministério da Saúde,  desde a publicação da portaria em 2013, houve mudanças na rotina diária de serviços, com inovações tecnológicas, por exemplo, em relação ao Centro de Testagem e Aconselhamento, que na época não estavam disponíveis.

Mais notícias