Saiba onde tomar a vacina contra a gripe em Campo Grande

Confira os critérios para a vacinação

A vacina contra a gripe está disponível em 68 pontos, em Campo Grande, de acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). As salas de imunização estão abertas para atender a população do grupo de risco estabelecido pelo Ministério da Saúde para receber a dose da vacina que protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul: (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Para quem está fora do grupo de risco, mas, deseja a imunização, a saída é procurar as clínicas particulares. Na semana passada o Jornal Midiamax esteve nos locais onde a vacina é oferecida e encontrou as doses sendo oferecidas por valores entre R$ 135 e R$ 160.

Ainda segundo a Sesau, o primeiro balanço sobre o número de pessoas imunizadas contra a gripe, na Capital, será divulgado na sexta-feira (4).

Confira os locais

66 Unidades de Saúde da Atenção Básica (UBS e UBSF), das 7h15 às 10h45 e das 13h às 16h45.

4 unidades funcionam das 7h15 às 16h45 (sem intervalo para almoço) de segunda a sexta-feira: CRS Nova Bahia, Aero Rancho e Tiradentes, e UBS Coophavila.

Finais de semana e feriados: CRS Nova Bahia, CRS Aero Rancho, CRS Tiradentes e CRS Coophavila, das 7h15 às 16h45.

Trailer na Praça Ary Coelho: até 18 de maio, sem intervalo para almoço (exceto domingos).

Clínica Escola Integrada da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) também disponibiliza a vacina contra a gripe e vacinas para o público adulto.

Quem deve se vacinar agora?

  • Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • crianças na faixa etária de 6 meses a menores de cinco anos;
  • gestantes;
  • puérperas (mulheres até 45 dias após o parto);
  • trabalhadores de saúde; os povos indígenas;
  • portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • população privada de liberdade;
  • funcionários do sistema prisional e professores (público ou privado) do ensino básico, médio e superior, devem receber as doses.

Documentos necessários

Para receber a dose, todos os indivíduos do grupo de risco devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; e os indígenas: cadastro na SESAI. O controle mais rigoroso para imunizar as pessoas do grupo de risco é para atender as recomendações do Ministério da Saúde, que não irá disponibilizar doses extras.

Onde encontrar informações

A Sesau disponibiliza um site específico sobre a Campanha de Vacinação. 

Saiba onde tomar a vacina contra a gripe em Campo Grande
Mais notícias