Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Com gol no final, Cruzeiro derrota o Atlético-PR de virada pela Copa do Brasil

Último dos oito confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil a ser iniciado, o Cruzeiro contou com o faro de gol de Raniel e com um gol do atacante aos 47 minutos do segundo tempo derrotou o Atlético Paranaense de virada por 2 a 1, nesta quarta-feira, na Arena Da Baixada, em Curitiba. Os outros dois gols da partida foram do mesmo jeito – em belos chutes de fora da área de Thiago Carleto, para os mandantes, e Henrique, para os visitantes.

Por disputar a Copa Libertadores, o Cruzeiro entrou direto nas oitavas de final da Copa do Brasil, no qual defende o título conquistado no ano passado, e fez nesta quarta-feira a sua estreia na competição. Agora vai decidir em casa a classificação às quartas, mas o duelo será apenas depois da Copa do Mundo. Ele acontecerá em 16 de julho, uma segunda-feira, um dia depois da final na Rússia, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Até lá, o Atlético Paranaense terá bastante tempo para mostrar recuperação, pois nesta quarta-feira acumulou a sua quarta derrota consecutiva – duas pelo Campeonato Brasileiro (para Palmeiras e Atlético Mineiro) e uma na Copa Sul-Americana, para o Newell´s Old Boys, na Argentina, mas que valeu a classificação à segunda fase. Neste domingo, pelo Nacional, jogará contra o Fluminense, no Rio de Janeiro.

O Cruzeiro, em franca recuperação após iniciar o Brasileirão com péssimos resultados, fará neste sábado o clássico contra o Atlético Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Depois, decidirá a classificação às oitavas de final da Libertadores contra o Racing, também na capital mineira, no estádio do Mineirão, na terça-feira.

Em campo, o jogo começou com o Cruzeiro tendo mais posse de bola – chegou a 70% nos primeiros 20 minutos -, mas nada de efetividade em termos ofensivos. Apenas um chute de Rafinha por cima do gol defendido por Santos e um chute de Arrascaeta que o goleiro rubro-negro defendeu. O que os mineiros não esperavam era acabar o primeiro tempo em desvantagem. Aos 41 minutos, Thiago Carleto cobrou falta com força e contou com uma falha de Fábio para abrir o placar.

No segundo tempo, o Atlético Paranaense melhorou o toque de bola e a marcação na entrada de sua área e passou a incomodar o Cruzeiro nos contra-ataques. O time mineiro seguiu com maior posse de bola, mas tinha muitas dificuldades na hora de finalizar. Sassá, aos 11 minutos, e Raniel, aos 25, tiveram as suas oportunidades.

Aí a sorte começou a aparecer para o Cruzeiro. O empate veio aos 34 minutos em um chute de fora da área de Henrique, que contou com um leve desvio na cabeça do zagueiro Thiago Heleno para tirar qualquer chance de defesa de Santos. E, aos 47, em uma falha de Pavez, que não conseguiu parar Raniel após um lançamento, o atacante cruzeirense tocou na saída do goleiro atleticano para decretar a vitória mineira.

Você pode gostar também