#CG120: O olhar que registra a história – a Campo Grande de Roberto Higa

Testemunha ocular de grandes acontecimentos, nada escapa das lentes ninjas de Roberto Higa.

Até novembro deste ano, Roberto Higa terá 67 anos. Isso me lembra Campo Grande. Ele nasceu no dia 26, isso me lembra do dia do aniversário de Campo Grande. Higa nasceu no ano de 51, isso me deu uma boa ideia!

Não tem como falar da história de Campo Grande (e do Mato Grosso do Sul), sem recorrer aos registros históricos feitos pelo mestre das câmeras fotográficas, Roberto Higa. Campo-grandense nato, o Fotógrafo é apaixonado pela Cidade Morena e revela seu amor através dos anos de carreira e trabalhos prestados com o Fotojornalismo.

Muito bem humorado, Higa nos recebeu em sua casa, no bairro Coophafé, esbanjando simpatia. Ao lado da esposa Sandra, passamos uma tarde encantadora, com direito à rosquinhas e refrigerante no final. A entrevista aconteceu em sua sala, rodeado de obras de arte de artistas da terra e uma diversidade de objetos curiosos. O cenário ficou show!

A gravação contou com a colaboração incrível da Fotógrafa Steffany Santos. Filmmaker e Diretora de Fotografia talentosa, ela tem no currículo alguns curtas metragens e videoclipes lindos de artistas como Jane Jane, Ju Souc e Jerry Espíndola.

Hora de ver o vídeo! Boas lembranças e  vêm à tona nesta entrevista com o grande Roberto Higa.  O player está aqui em cima no destaque, bom vídeo!

 

 

Mais notícias