‘Bacurau’, de Kleber Mendonça Filho, ganha Prêmio do Júri em Cannes

Dirigido por Kleber Mendonça Filho, o filme Bacurau ganhou o Prêmio do Júri, no Festival de Cannes2019, dividindo a honraria com o francês Os Miseráveis, de Ladj Ly. Bacurau troca as reflexões sobre gentrificação de O Som ao Redor (2012) e do longa com Sônia Braga sobre um edifício do Recife (Aquarius) por uma linha de suspense arrebatadora, que deixou a imprensa atônita.
É a primeira vez que o Brasil ganha na categoria, terceira mais importante da competição oficial do evento francês. “Trabalhamos para a cultura no Brasil e o que precisamos é de seu apoio”, afirmou o diretor Kleber Mendonça Filho ao receber o prêmio, segundo a agência de notícias France Presse. Ele divide a direção do filme com Juliano Dornelles, que foi seu diretor de arte em “Aquarius” (2016).
Na premiação principal de Cannes, são distribuídos sete prêmios. O mais importante é a Palma de Ouro, ganhado neste ano pelo coreano “Parasite”. Além dele, há o Grand Prix, o Prêmio do Júri e as categorias de direção, roteiro, ator e atriz.
O Prêmio do Júri é entregue desde 1946. Em 2019, o júri do festival é presidido pelo diretor mexicano Alejandro González Iñárritu.