Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Depois do piso de cimento, bancadas, vasos e até molduras ganham o estilo

Saiba mais na nossa coluna de decoração

Por mais que pareça um tipo de material mais brutalizado, rústico e sem tanto acabamento, o cimento caiu definitivamente no gosto de quem decora e gosta do assunto, após a popularização do estilo industrial. Para quem não sabe, a decoração industrial surgiu na ocupação de fábricas desativadas, transformadas em LOFTs e apartamentos na década de 1970, nos Estados Unidos, principalmente em Nova York. 

Com os condutores de luz aparentes, muito metal e materiais brutos, esse estilo segue como tendência até hoje. "É dele que vem o gosto pela utilização de cimento em vários locais dos projetos nas residências", explica a arquiteta Priscilla Novaes. 

Por isso, não é estranho que o material esteja presente em outros locais além de ser a base das construções. Há algum tempo a tendência do piso de cimento queimado ganhou muito espaço. "O cimento queimado em pisos e revestimentos virou sinônimo de elegância e modernidade, com um toque bem descolado. E a tendência se fortaleceu", descreve a profissional. Os revestimentos em si vão avançando, e até paredes e balcões recebem o cimento. 

Segundo ela, esse estilo acabou sendo transportado também para outros elementos, como molduras e vasos. Hoje, os vasos de cimento estão em alta na moda da decoração e milhares de tutoriais ensinam no YouTube como fazer você mesmo. A tendência também sugere que se use plantas como cactos e suculentas nesses vasos. "São detalhes que fazem toda a diferença", analisa a arquiteta. 

Você pode gostar também