Sem Categoria

Acusados de aplicar golpe do falso depósito na compra da caminhão de R$ 75 mil serão julgados

Na próxima quarta-feira (31) acontece a audiência de instrução e julgamento de dois homens e uma mulher acusados de causar prejuízo de R$ 75 mil, por meio do golpe do falso depósito na compra de um caminhão. A vítima era um mecânico dono de uma oficina e funilaria localizada no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. […]

Renan Nucci Publicado em 29/03/2021, às 13h52

Foto Ilustrativa
Foto Ilustrativa - Foto Ilustrativa

Na próxima quarta-feira (31) acontece a audiência de instrução e julgamento de dois homens e uma mulher acusados de causar prejuízo de R$ 75 mil, por meio do golpe do falso depósito na compra de um caminhão. A vítima era um mecânico dono de uma oficina e funilaria localizada no Jardim Itamaracá, em Campo Grande.

Consta nos autos do processo que os fatos ocorreram em abril de 2017. Na ocasião, um dos autores, se passando por outra pessoa, entrou em contato com a vítima que oferecia o veículo por meio de um site de compras na internet. Eles fizeram negócio, definiram os valores e concordaram que o pagamento seria feito via depósito bancário.

Consta na denúncia oferecida pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) que o autor fez um depósito com envelope vazio. A vítima chegou a ver por meio do aplicativo no banco pelo celular que tinha o referido valor a receber e, sendo assim, entregou o caminhão aos autores. Mais tarde, o mecânico constatou o golpe.

A polícia foi acionada e os três suspeitos foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal na região de Maracaju, em posse do veículo. Os policiais constataram que eles integravam um grupo especializado neste tipo de golpe, e eles foram detidos. Eles foram indiciados pela Polícia Civil, denunciados pelo MPMS e vão a julgamento.

O caso tramita na 4ª Vara Criminal de Campo Grande, sob responsabilidade da juíza May Melke Amaral Penteado Siravegna.

Jornal Midiamax