Padre se oferece para negociar com sequestradores de ex-vice-presidente do Paraguai

Ele se colocou à disposição de familiares para intermediar contato com grupo guerrilheiro

Pablo Cáceres, um padre paraguaio, se ofereceu nesta sexta-feira (20)à família do ex-vice-presidente do Paraguai, Óscar Denis. Ele quer ajudar nas negociações de resgate do político paraguaio sequestrado há mais de dois meses por membros do EPP (Exercito do Povo Paraguaio).

“Tenho a sensação de que Oscar Denis ainda está vivo. Eu o conheço, ele é uma pessoa com muita integridade e força. É uma pessoa que quer viver, é uma pessoa em combate e por isso penso que continua a viver”, expressou o religioso à Rádio Monumental.

O padre informou que tem alguns com pessoas que já desenvolveram trabalhos nas comunidades que ele já atuou e que hoje estariam participando de atividades junto ao EPP. “A família quer um meio de comunicação, quer falar com os sequestradores”, afirmou Cáceres.

O político liberal foi retirado de sua estância Tranquerita, localizada na divisa de Concepción e Amambay, nas proximidades de Bela Vista, no Mato Grosso do Sul, no dia 9 de setembro.

Os sequestradores a pedir resgate à família, em forma de doação de alimentos às comunidades no valor de US $ 2 milhões para a libertação de Óscar Denis, entretanto, as negociações não tiveram avanços.

Padre se oferece para negociar com sequestradores de ex-vice-presidente do Paraguai
Mais notícias