Flagrado com 5 bolivianas, motorista de aplicativo é suspeito de tráfico de pessoas

Jovens tinham de 14 a 22 anos quando foram encontradas pela polícia

A Rodoviária deteve na manhã desta terça-feira (01) em Brasilândia, a 382 quilômetros de Campo Grande, motorista de aplicativo de 37 anos que transportava cinco jovens bolivianas, com idades entre 14 e 22 anos. Os fatos ocorreram na rodovia e, diante da suspeita do tráfico internacional de pessoas, o caso foi encaminhado à .

Durante policiamento, a equipe abordou um automóvel tipo Voyage com placas de Guarulhos (SP), ocupado pelo motorista, que é brasileiro, e pelas garotas com 14, 15, 18 e duas delas de 22 anos. Questionado, o homem disse que buscou as passageiras na rodoviária de Campo Grande, para transportá-las até Guarulhos.

A PM levou o grupo à de Três Lagoas, onde será investigado se o suspeito cometeu o crime de “Promover, por qualquer meio, com o fim de obter vantagem econômica, a entrada ilegal de estrangeiro em território nacional ou de brasileiro em país estrangeiro”, cuja pena varia de 2 a 5 anos de prisão e multa. O Conselho Tutelar também foi acionado para as medidas cabíveis.

Toda a ação foi realizada no âmbito da Operação Hórus, deflagrada pela Sejusp/MS (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) e conjunto com a Seopi (Secretaria Nacional de Operações Integradas), do Ministério de Justiça e Segurança Pública.

Flagrado com 5 bolivianas, motorista de aplicativo é suspeito de tráfico de pessoas
Mais notícias