Publieditorial

O que levar em conta ao traduzir um documento para o português do Brasil

Um mundo cada vez mais globalizado também indica um mundo sem fronteiras, do qual é preciso interligar nações e documentos por meio das distintas línguas. O mesmo acontece com o português, que é falada em vários países ao redor do mundo, como Portugal (de onde surgiu), Moçambique e, claro, Brasil. O 5º maior país do […]

Produção Publicado em 19/03/2021, às 11h09 - Atualizado em 29/03/2021, às 10h09

None

O que levar em conta ao traduzir um documento para o português do Brasil

Um mundo cada vez mais globalizado também indica um mundo sem fronteiras, do qual é preciso interligar nações e documentos por meio das distintas línguas. O mesmo acontece com o português, que é falada em vários países ao redor do mundo, como Portugal (de onde surgiu), Moçambique e, claro, Brasil.

O 5º maior país do mundo em população (com mais de 200 milhões de habitantes) possui importantes parceiros internacionais, principalmente aqueles que envolvem a economia. Por mais que o número de habitantes seja enorme, temos que confessar que o português não é a língua mais globalizada que existe atualmente (como inglês e espanhol).

É aqui que entra o papel das agências de tradução, como é o caso da Protranslate. Com anos de experiência, possui profissionais de ponta, que já estão preparados para traduzir documentos para diversas línguas. Como o português. Para saber mais, basta clicar aqui: https://www.protranslate.net/pt/

Um fator interessante do português é que ele sofre interferências e modificações de acordo com a sua região. No caso do português brasileiro, por exemplo, temos influência na nossa língua de outros países que vão além de Portugal, como países africanos e outros europeus (como Alemanha e Holanda) e, claro, dos Índios.

O motivo é muito simples: o Brasil é um país colonizado, que recebeu na sua fundação diversos indivíduos, de diversas culturas. Essa verdadeira mistura resultou em uma língua que se difere – e muito – da sua versão “original”, que é falada pelos portugueses.

Pensando em aprofundar ainda mais no assunto, separamos neste artigo alguns tópicos a serem levados em conta no momento de traduzir um documento para o português do Brasil. Se você ficou curioso, basta seguir a leitura!

1 – O nosso português não é o mesmo de Portugal

Por mais que Portugal, com a colonização, tenha trazido a língua para cá e a tornado oficial, nosso português é bem diferente. Claro, uma nação consegue entender a outra, mas com um pouco de dificuldade. Por exemplo: o gerúndio não é muito utilizado no português europeu, já aqui, no Brasil, é extremamente utilizado.

O mesmo acontece com alguns acentos, como é o caso da crase. A sua utilização nas palavras varia de país para país.

2 – Possuímos muitas gírias

Por ser um país imenso, o Norte e Sul do Brasil (e as outras regiões) possuem formas distintas de se comunicar. Dessa forma, é preciso levar em consideração gírias e frases que apenas alguns estados falam. Em caso de tradução de documento, o ideal é levar em conta o português formal brasileiro.

Jornal Midiamax