Crescimento: Setores do mercado que estão em alta na pandemia

Pesquisa revela setores que estão se dando bem na crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Crescimento: Setores do mercado que estão em  alta na pandemia

Desde que surgiram os primeiros indícios da gravidade da pandemia de , institutos de pesquisas e organizações internacionais estão tentando calcular os prejuízos econômicos e no mercado de trabalho. Recentemente, a Fitch Ratings, uma das principais agências de classificação de risco de crédito, divulgou um levantamento onde aponta uma queda de 3,9% no global. Ainda no fim de março, início da pandemia, a OIT (Organização Internacional do Trabalho) previu que a paralisação da economia pode exterminar 25 milhões de empregos em todo o mundo. 

O isolamento social imposto para tentar conter a disseminação do novo coronavírus provocou mudanças na nossa rotina, com efeito cascata. Muitos setores estão sendo altamente impactados – , eventos e o comércio físico são apenas alguns deles. Mas, como em qualquer crise, enquanto alguns perdem, outros ganham. 

Muitas empresas foram impactadas negativamente, como o setor aéreo, que é o que mais sofre neste cenário. Mas o resultado das pesquisas mundiais na internet deixa claro que os serviços que ajudam no trabalho em casa e no entretenimento estão se destacando positivamente neste cenário. 

Segundo dados divulgados pela empresa “Statista”, especializada em dados de mercado, na primeira quinzena de março de 2020, o comércio eletrônico aumentou 40% em comparação com o mesmo período em 2019. A compra online virou uma alternativa para diminuir as possibilidades de contágio, e os produtos oferecidos são variados e de diferentes segmentos, começando pelos essenciais, como supermercados e farmácias. 

Segmentos que atuam diretamente com a prestação de serviço online, ganharam uma importância fundamental nesse último período. Aplicativos e websites que desenvolvem atividades desde livestreams como a Twitch até assuntos mais polêmicos como jogos de apostas, estilo pôquer e roleta, passaram a ser mais utilizados desde o início da quarentena. Apesar da maioria das competições esportivas mais tradicionais terem paralisado durante a pandemia, esportes eletrônicos, por exemplo, continuaram com seus campeonatos, que passaram a ser mais divulgados pelas casas de apostas. 

Assim como os aplicativos de apostas online, um dos nichos de mercado com maior impacto positivo nos últimos meses foi o de plataformas de trabalho remoto. O Zoom, ferramenta de videoconferências e webinars cuja popularidade disparou com o home office e a transferência das aulas para o ambiente virtual, saiu de 10 milhões de usuários em dezembro para 200 milhões em março. Mesmo com as suspeitas levantadas sobre privacidade, as ações da empresa, que valiam US$ 68 em janeiro, fecharam no dia 22 de abril em US$ 150,25. O aumento é surpreendente, principalmente se levarmos em consideração que as bolsas estão caindo mais de 30%. 

 O delivery de comida e bebida tem sido afetado de forma positiva na quarentena, como a maioria dos estabelecimentos foram fechados durante esse período, a saída foi investir nas entregas em domicílio. as ferramentas de delivery de comida cresceram 78% em instalações entre os dias 17 de março e 13 de abril no Brasil, mantendo-se, de forma estável, em um patamar acima dos 80% de crescimento acumulado até então. 

Crescimento: Setores do mercado que estão em  alta na pandemia
Mais notícias