Prédio mais alto do MS celebra a chegada do Natal com iluminação sustentável

O clima de Natal toma conta de Campo Grande e o prédio mais alto da cidade, o Vertigo Premium Studios, com seus 35 andares, entrou no clima, recebendo 200 pontos de iluminação em um sistema sustentável com acionamento por sensores que detectam a ausência de luminosidade solar e evitam desperdício de energia elétrica.

Localizado na Travessa Ana Vani, no Jardim dos Estados, próximo a Afonso Pena, em uma das regiões mais nobres da cidade, o Vertigo tem 139,2 metros de altura.

“O Natal representa a renovação do amor, da paz, da alegria, da fé, enfim, o começo de uma nova jornada. O Vertigo traz consigo muitos conceitos inovadores, novas tecnologias e uma nova maneira de viver. Então, representar tudo isso de uma maneira tão bonita para a cidade de Campo Grande, tem sido um orgulho para todos nós, em especial para toda equipe que trabalha na construção do edifício, que trata isso com muito carinho”, explica o engenheiro responsável pelo edifício, Fernando Shinmi.

A iluminação natalina do prédio mais alto do MS leva o conceito de todo empreendimento da HVM que é a agregação de tecnologia e preocupação ambiental. A iluminação estará instalada no prédio até o dia 02 de janeiro de 2020.

“Queremos contribuir com um Natal iluminado em Campo Grande e aproveitar para desejar um 2020 de muitas realizações a todos”, diz o Rodolfo Luiz Holsback, diretor executivo da HVM.

Para saber mais sobre o Vertigo Premium Studios acesse: www.hvm.com.br ou pelos telefones: (67) 3378-3400 | (67) 99809-9659. Visite a Central de Decorados na Rua Prof. Luís Alexandre de Oliveira (Via Park), 415. Vivenda do Bosque.

Sobre a HVM – A HVM Incorporadora é uma empresa sul-mato-grossense que atua há oito anos no mercado imobiliário, tendo conquistado neste período três certificações pela qualidade e sustentabilidade de seus projetos (• ISO 9001-2015 • PBQP-H • SELO AQUA pelo Vertigo Premium Studios).

Prédio mais alto do MS celebra a chegada do Natal com iluminação sustentável
Mais notícias