Métodos pedagógicos: tradicional ou alternativo?

Cada instituição define a sua metodologia de ensino

Matemática, Português e História são matérias essenciais no conteúdo da educação básica. Entretanto, dependendo da linha pedagógica de uma instituição de ensino, as instituições de ensino definem de que forma os assuntos necessários para o aprendizado dos estudantes será repassado e de que forma eles serão cobrados por isso.

Algumas das metodologias oferecidas nas escolas são Construtivista, Freiriana, Montessoriana, Waldorf e Tradicional. Elas podem ser adotadas pela instituição educacional ou de forma individual por algum profissional. E, apesar de também serem empregadas no Ensino Superior, é na escola onde se costuma observar a atuação mais direta de um ou mais métodos.

Na pedagogia Waldorf, o aprendizado acontece por meio de questões e tarefas conectadas com o modo que a criança se relaciona com o mundo. Por exemplo, as aulas de culinária são usadas para transmitir conceitos matemáticos, como ao quantificar as porções de cada ingrediente para o preparo de um bolo.

Por isso, ao matricular os filhos em uma nova escola, é preciso conhecer como tais métodos são aplicados na prática e, ao longo do ano letivo, entender os objetivos das atividades propostas, para apoiar a formação do estudante. Vale lembrar, que nem sempre é fácil entender as diferenças. O importante é abrir mão de estereótipos que defendem que só nas escolas tradicionais existe disciplina.

Segundo a psicopedagoga Daniela Santana Silva Ramos, cada indivíduo possui particularidades, principalmente na hora do aprendizado. Para ela, o mais importante é que os pais fiquem atentos ao comportamento do seus filhos e ao desenvolvimento deles. “É importante conhecer a criança e se fazer indagações: de que forma ele aprende? Ele é extrovertido?”, pontou Daniela.

Na opinião da psicopedagoga, o método de ensino pode influenciar positivamente ou negativamente a vida de um criança. “O melhor é conhecer todos as linhas pedagógicas e deixar que os pequenos se adaptem ao que lhe é mais saudável. A melhor forma de descobrir o método ideal é experimentando e observando”, aconselha.

Apesar de todos os avanços obtidos com os diferentes métodos, ainda existem muitas escolas que preferem adotar a linha pedagógica tradicional, onde o professor é a figura central, tido como detentor do conhecimento e o aluno é visto com o objeto onde o conhecimento será depositado. Esse é o método mais comum na maioria das escolas. Nesse modelo também existe a ideia de reprovação, quando os alunos não cumprem com as metas esperadas para o ano vigente.

Algumas escolas também procuram mesclar características de mais de uma pedagogia ao mesmo tempo. O ideal é analisar se as características do modelo se adequam a personalidade e a forma de desenvolvimento de cada criança. Caso, seu filho não esteja se adaptando bem, é hora de apostar na mudança. Os pais que querem oferecer uma educação básica diferenciada para seu filho podem contar com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa oferta bolsas de estudo de até 50% de desconto nas mensalidades. Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades disponíveis na sua região.

 

Ascom Educa Mais Brasil

Mais notícias