Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Já é possível se candidatar para a lista de espera do Sisu 2019

Prazo começou hoje (29)

Fez a inscrição para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019 e não foi selecionado para as opções de cursos desejados? Se a resposta for positiva, não precisa se preocupar. Começou hoje (29) o período de inscrição para a lista de espera do programa. O prazo vai até 05 de fevereiro e os candidatos interessados devem acessar o site do processo seletivo.

Dois dias após o fim do prazo, no dia 07 do respectivo mês, os candidatos serão convocados pelas Instituições de Ensino Superior (IES). E atenção: este ano, só poderão participar os estudantes que não foram selecionados em nenhuma das opções registradas durante o período de inscrição. Neste caso, será possível manifestar interesse em qualquer uma das vagas cadastradas.

Nesta edição, o Sisu oferece mais de 235 mil vagas em 129 instituições públicas do país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio em 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação.

Os candidatos que já foram aprovados devem ficar atentos às orientações de matrícula divulgadas pelas universidades e demais participantes, em editais próprios. Os documentos informam o horário, campus e unidade de ensino onde o procedimento deve ser realizado.

Outro processo seletivo importante é o Programa Universidade para Todos (Prouni) que também oferece bolsa de estudo para a graduação. Para participar o estudante precisa se inscrever no processo seletivo entre 31 de janeiro e 03 de fevereiro.

Para ser contemplado, é necessário cumprir os seguintes requisitos: ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e alcançado a pontuação mínima de 450 pontos, além de não ter zerado a redação, ser aluno de escola pública ou ter sido bolsista integral em escola privada e estar enquadrado nos seguintes critérios de renda: renda familiar por pessoa de até 1 salário mínimo e meio (bolsa integral) ou de até 3 salários mínimos (bolsa parcial).

 

 

Agência Educa Mais Brasil

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...