Publicidade

Enem 2018: estudantes que não tiveram boa pontuação podem recorrer a bolsas de estudo

Apenas 55 candidatos conseguiram alcançar a nota mil na redação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um dos principais meios de acesso a cursos de nível superior, tanto para faculdades públicas quanto particulares. Quanto maior for sua nota, maiores são as chances de alcançar a aprovação tão sonhada. Os pontos costumam variar de 200 a 900 e há aqueles que alcançam a nota mil na redação. Nesta edição, 55 candidatos conseguiram a nota máxima na redação.

Despois de consultar o resultado do Enem 2018. Em qual bloco você se encaixa? Nos que tiraram boas notas e estão agora comemorando? Ou você é do o bloco dos que não alcançaram a média e vão ter que repetir a saga de estudos? Seja qual for sua situação, não desanime.  Existem outros caminhos que você pode trilhar para ingressar na faculdade ainda este ano. Conheça algumas oportunidades:

 

SISU 2019

Os que mandaram bem no bloquinho deste ano podem concorrer às vagas no SISU 2019. A nota do Enem serve como critério de classificação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ou seja, quem se inscreve concorre a vagas em universidades públicas, sem precisar prestar o vestibular. A nota individual comparada a nota de corte é que determina se o candidato permanece na disputa por aquela vaga. A todo momento, existe uma atualização da posição a medida que outros alunos vão se inscrevendo também. As inscrições do SISU começam amanhã (22) e vão até a sexta-feira (25). Ao todo, são 235 mil vagas disponíveis para o Ensino Superior.

 

ProUni

Programa Universidade para Todos (ProUni) é também uma porta de entrada para o nível superior, com bolsas parciais (50%) e integrais (100%). Para concorrer é preciso ter tirado uma nota do Enem superior a 450 pontos e não ter zerado a redação. Segundo informações do Ministério da Educação, as inscrições do ProUni 2019 poderão ser realizadas de 29 de janeiro a 23h59m à 1º de fevereiro de 2019.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) funciona como um empréstimo a juros baixos oferecido pelo governo, com o objetivo de facilitar aos estudantes o acesso ao ensino superior. Para concorrer a bolsa também é necessário ter tirado nota superior a 450 pontos e não ter zerado a redação no Enem. As inscrições vão acontecer de 5 a 12 de fevereiro de 2019.

 

Bolsas de estudo Educa Mais Brasil

Para os estudantes que não conseguiram uma boa pontuação, uma ótima alternativa é recorrer a bolsas de estudo oferecidas por programas a exemplo do Educa Mais Brasil. Os descontos podem chegar a 70%.  Ou seja, o seu sonho de conseguir estudar naquela determinada faculdade pode ser realizado ainda este ano.

 

Vanessa Casaes – Ascom Educa Mais Brasil

Mais notícias