Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Iniciativa de um Jovem de imprimir currículos de graça tem ajudado muitas pessoas

Desempregados da cidade de Ponta Grossa contam com auxílio

Com um índice de desemprego em alta, muitos brasileiros vêm passando por muita dificuldade financeira e sufoco para se reinserir no mercado de trabalho. Segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados no país já ultrapassa 12 milhões.

Foi assistindo uma reportagem na qual uma candidata a emprego contava que deixava de almoçar para imprimir mais currículos e aumentar as chances de recolocação no mercado de trabalho que o fisioterapeuta Rafael Freitas enxergou a necessidade de fazer algo. “ Eu tenho uma impressora em casa e pensei: vou me disponibilizar a imprimir 30 currículos por pessoa. Não custa muito ajudar, muita gente não sabe, mas se a gente pensar um pouquinho é possível ajudar com o que a gente tem em casa. Não precisamos de muito para fazer o bem ao próximo”, declara.

O fisioterapeuta conta como organizou a logística da ação solidária. Divulgando em alguns grupos e nas redes sociais, ele recebeu, em média, um total de 60 currículos. Durante a noite, imprimia os documentos. Para facilitar a entrega aos respectivos candidatos, ele fazia a distribuição dos currículos no endereço da clínica em que trabalha, já que a mesma fica em melhor localização, no centro da cidade. “Deixo sempre de manhã cedo, para que as pessoas possam buscar no horário que puderem. Coloco tudo em um plástico para não molhar e nem amassar”, conta cuidadoso.

Diante da necessidade, muitas vezes, o auxílio foi além da impressão dos currículos. Como muitas pessoas não sabiam como fazer o currículo, Rafael acabou disponibilizando também a ajuda para elaborar o documento. “Às vezes, eles mandavam a foto com as informações soltas. Então, vi essa necessidade de ajudar e acabava digitalizando, pois muitos nem tinham computador em casa”, pontua.

Foi assim com Denise Pinheiro do Anjos, que está há cinco meses desempregada. Denise atuava como cozinheira, mas, diante da dificuldade, aceita outras colocações, como auxiliar de limpeza. “Essa atitude simples que o Rafael teve se tornou grandiosa porque muitas pessoas, como eu mesmo, não tem dinheiro para imprimir e nem elaborar um currículo tão especifico como ele fez. Eu não consegui o emprego ainda, mas ele me deu a chance de ter a esperança viva”, reconhece.

A beneficiada pela ação ainda compartilha algo muito emocionante. “Eu não tinha dinheiro nem para pagar o ônibus para buscar os currículos. Ele veio até a minha casa trazer. Na verdade, eu disse que ele poderia deixar na clínica que, quando eu tivesse dinheiro da passagem, ia buscar”, conta agradecida. Rafael resolver fazer uma surpresa levando o currículo até a casa de Denise porque ela havia comentado que, no outro dia, tinha uma entrevista de emprego. “Comentei isso com ele. Então, ele teve essa atitude generosa de me dar mais esta força. Hoje, eu encontrei um amigo”. 

 

Veja mais: Saiba o que colocar no primeiro currículo

 

Rafael ainda não teve notícia de algum dos beneficiados já tenha conseguido o tão sonhado e esperado emprego, mas ele garante que já se sente gratificado com a ação. “Não sabia que minha atitude ia ter uma grande repercussão assim. Na verdade, meu intuito era apenas ajudar. A gente tem que fazer a nossa parte, colocar o nosso tijolinho nesta grande construção por um mundo melhor”.

Mas belas histórias assim como a do Rafael precisam ser divulgadas e compartilhadas. Afinal, através do gesto simples e de baixo investimento, muitas pessoas estão tendo a oportunidade de elaborar um currículo, de imprimi-lo e – o mais importante – de ter a esperança de um futuro melhor. Pode parecer simples, mas, para quem recebe a ajuda, tem feito toda diferença.

 

Programa de Ações Positivas

 

Por acreditar que é possível fazer um mundo melhor, há pessoas e empresas que conseguem ajudar milhares de outras. Foi assim que nasceu o Educa Mais Brasil. Há 14 anos, com a missão de facilitar o ingresso de estudantes em escolas particulares de melhor qualidade, a empresa começou a operar. Hoje, o maior programa de inclusão educacional do país, oferta bolsas de estudo parciais, de até 70%, desde a Educação Básica até a Pós-graduação. O programa já contemplou mais de 450 mil crianças, jovens e adultos que não têm condições de pagar o valor integral de uma escola, faculdade ou cursos. Para conseguir o benefício é preciso acessar o site http://www.educamaisbrasil.com.br/midiamax, escolher a modalidade e fazer a inscrição, que é gratuita.

 

Vanessa Casaes – Ascom Educa Mais Brasil

Comentários
Carregando...