Política / Transparência

MPMS instaura procedimento para acompanhar estoque de kit intubação em Glória de Dourados

Promotor deu dez dias para secretaria informar quantitativo de medicamentos

Adriel Mattos Publicado em 06/04/2021, às 20h54

Hospital e Maternidade da Mãe Pobre Nossa Senhora da Glória, em Glória de Dourados.
Hospital e Maternidade da Mãe Pobre Nossa Senhora da Glória, em Glória de Dourados. - Foto: Divulgação/Câmara Municipal

O MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) instaurou procedimento administrativo para acompanhar o estoque existente e o fluxo do uso de medicamentos para sedação e anestesia para o tratamento da Covid-19 em Glória de Dourados. Na cidade, o Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Glória atende casos da doença causada pelo novo coronavírus.

O promotor Gilberto Carlos Altheman Júnior ressaltou a importância dos bloqueadores neuromusculares e os medicamentos utilizados para sedação, a fim de manter adequadamente os níveis de consciência, ventilação pulmonar e condições de intubação traqueal dos pacientes. Logo, a falta deles pode prejudicar o tratamento dos pacientes.

Para isso, Altheman Júnior enviou ofícios à Secretaria Municipal de Saúde de Glória de Dourados e ao hospital para que, no prazo de 10 dias, encaminhem documentos com o quantitativo e o fluxo do uso de medicamentos para sedação e anestesia, informando se o estoque existente é suficiente para a demanda e se ambos estão comunicando, assiduamente, à SES (Secretaria de Estado de Saúde) a situação do estoque.

Jornal Midiamax