Política / Transparência

Justiça Federal de MS vai pagar R$ 1,6 milhão em contratos de limpeza

Empresas de Rondônia, Paraná e de Mato Grosso do Sul vão assumir serviços

Jones Mário Publicado em 01/04/2021, às 17h20

Sede da Justiça Federal em Campo Grande
Sede da Justiça Federal em Campo Grande - Arquivo/Midiamax

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul vai pagar R$ 1,674 milhão para terceirizar os serviços de limpeza, conservação e suporte operacional em seções de três municípios de Mato Grosso do Sul - Campo Grande, Coxim e Três Lagoas.

No caso da Capital, o extrato de contrato foi publicado na edição de hoje (1º) do DOU (Diário Oficial da União). A Nova Prova Prestação de Serviços Eireli, de Porto Velho (RO), vai receber R$ 550,9 mil para prestar os serviços durante dois anos.

Em Três Lagoas, a paranaense de Cornélio Procópio Totalcob Serviços Terceirizados Eireli venceu o pregão, com uma proposta de R$ 783,9 mil para o contrato de 30 meses.

Já a subseção da Justiça Federal em Coxim terá limpeza a cargo da I9 Serviços Terceirizados Eireli, esta sim localizada em Mato Grosso do Sul - mais especificamente Campo Grande. A empresa deverá receber R$ 339,6 mil em 30 meses.

As contratações em Três Lagoas e Coxim ainda estão em fase de homologação de resultados da licitação. Os avisos também estão publicados na edição de hoje do DOU.

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul também tem instalações em Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Naviraí.

Jornal Midiamax