Política / Transparência

Governo prorroga construção de ponte por 2 meses por atraso na entrega de matéria-prima

A construção de uma ponte de concreto no município de Pedro Gomes foi paralisada pelo governo estadual por dois meses. A justificativa é o atraso na entrega da matéria-prima para a obra devido a pandemia do coronavírus. Sendo assim, o termo de paralisação foi publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (1º). A empresa […]

Renata Volpe Publicado em 01/03/2021, às 12h37

Ponte de madeira será substituída por de concreto. (Ilustrativa, Lucio Vaz)
Ponte de madeira será substituída por de concreto. (Ilustrativa, Lucio Vaz) - Ponte de madeira será substituída por de concreto. (Ilustrativa, Lucio Vaz)

A construção de uma ponte de concreto no município de Pedro Gomes foi paralisada pelo governo estadual por dois meses. A justificativa é o atraso na entrega da matéria-prima para a obra devido a pandemia do coronavírus.

Sendo assim, o termo de paralisação foi publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (1º). A empresa Concrelaje Indústria de Pré-Moldados de Concretos executa a obra sobre o córrego Pedro Gomes, na MS-215. 

A ponte que está sendo construída tem 30 metros de comprimento e 10 de largura. Portanto, a prorrogação será por 60 dias, contando de 13 de março até 11 de maio.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Agesul, devido às intercorrências causadas pela pandemia, algumas construtoras estão com dificuldade para executar as obras de infraestrutura. A demora na entrega da matéria-prima faz com que as empresas sejam prejudicadas.

Ainda segundo a assessoria, a empreiteira está aguardando a entrega de aço para dar continuidade ao empreendimento.

Jornal Midiamax