Política / Transparência

Exército abre ata de preços de R$ 127 milhões para obra de aeroporto em Dourados

O Exército Brasileiro publicou aviso de licitação mediante ata de registro de preços no valor estimado de R$ 127 milhões. Os 95 itens licitados serão destinados às obras para o Aeroporto Municipal de Dourados. O aviso do pregão eletrônico n.º 7/2021 foi publicado na edição desta terça-feira (9) do DOU (Diário Oficial da União). Na […]

Danúbia Burema Publicado em 09/03/2021, às 08h48 - Atualizado às 09h03

(Divulgação)
(Divulgação) - (Divulgação)

O Exército Brasileiro publicou aviso de licitação mediante ata de registro de preços no valor estimado de R$ 127 milhões. Os 95 itens licitados serão destinados às obras para o Aeroporto Municipal de Dourados.

O aviso do pregão eletrônico n.º 7/2021 foi publicado na edição desta terça-feira (9) do DOU (Diário Oficial da União). Na relação constam itens como colunas de aço, pedra, areia e blocos de concreto.

Segundo o edital, disponibilizado pelo Ministério da Defesa, o pregão tem por objetivo a elaboração de licitação via registro de preços. O termo de referência publicado, que tem valor total de R$ 127,2 milhões, tem o intuito de nortear a aquisição dos materiais para as obras no aeroporto.

As compras serão feitas ‘conforme condições, quantidades, exigências e estimativas estabelecidas’ na ata. Os trabalhos serão executados pelo 9º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção).

A entrega das propostas por empresas interessadas no fornecimento será feita a partir desta data. A abertura dos envelopes está marcada para o dia 19 de março, às 10h.

Detalhes da licitação, edital e a relação completa dos materiais de construção podem ser baixados clicando aqui. A licitação foi assinada pelo ordenador de despesas Marton Daniel Grala, do 3º Grupamento de Engenharia do Comando Militar do Oeste.

Mais moderno

Com execução do Exército, a obra no Aeroporto Municipal Francisco de Matos Pereira, em Dourados, é resultado de parceria entre a SAC (Secretaria de Aviação Civil), Governo do Estado e prefeitura. Será a primeira reforma do espaço desde a inauguração, em 1982.

Com a obra, a pista de pouso terá 1.775 metros, podendo receber aeronaves maiores e, consequentemente, atraindo mais empresas aéreas e oferecendo mais destinos.

Também está prevista construção de um novo terminal de embarque, três vezes maior que o atual, uma nova seção contra incêndio e uma nova sala de EPTA (Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo).

Fechamento

Segundo a prefeitura, o aeroporto terá que ficar fechado para os trabalhos. A medida é exigência da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

O primeiro fechamento será entre os meses de maio e outubro de 2021. Uma reabertura será feita de novembro a fevereiro deste ano, com fechamento para execução da segunda etapa de março a setembro de 2022.

Jornal Midiamax