Prefeitura de Três Lagoas faz aditivo milionário para hospital contratar um 2º obstetra

Executivo Municipal fez termo aditivo para a Sociedade Beneficente do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora

Prefeitura de Três Lagoas, distante 330 km de Campo Grande, fez um aditivo de R$ 1,1 milhão para a contratação de um segundo médico obstetra para a Sociedade Beneficente do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. O termo foi publicado nesta quarta-feira (24), no Diário Oficial da (Associação dos Municípios de ).

Segundo o documento, termo aditivo tem por objeto o repasse de recurso municipal para contratação de 2º plantonista
obstetra para qualificar o atendimento à gestante, ao parto e nascimento em atendimento às diretrizes contidas na Rede Cegonha, no âmbito do (Sistema Único de Saúde). O contrato é vigente até novembro de 2021.

O recurso financeiro municipal será pago em 12 parcelas mensais de R$ 96 mil para a contratação do plantonista obstetra. A contratação é prevista nas clausulas da Rede Cegonha. “É responsabilidade do hospital prover os dois obstetras necessários, que deverão estar disponíveis presencialmente 24 horas por dia, incluindo fins de semana e feriados, para que não ocorra prejuízo da assistência ao parto”, traz o documento.

Rede Cegonha

A rede cegonha é um pacote de ações para garantir o atendimento de qualidade, seguro e humanizado para todas as mulheres, oferecendo assistência desde o planejamento familiar, até o parto passando pelo pré-natal e puerpério.

Compete ao município, por meio da secretaria municipal de saúde, a implementação da Rede Cegonha no âmbito municipal com a contratualização com os pontos de atenção à saúde sob sua gestão, deste modo o hospital como ponto de atenção ao parto e nascimento, ao transformar as estruturas hospitalares e modificar a ambiência dos Centros Obstétricos, participa de forma efetiva no contexto da rede cegonha.

Prefeitura de Três Lagoas faz aditivo milionário para hospital contratar um 2º obstetra
Mais notícias