Com pandemia, Prefeitura de Campo Grande quer estender contratações por um ano

Segundo texto, medida é para atender aumento de demanda do serviço público

A encaminhou projeto de lei à Câmara Municipal que prevê prorrogação de contos e atos de admissões por 12 meses. Segundo a justificativa, o objetivo é suprir o aumento ‘exponencial’ da demanda do serviço público, ‘para evitar o colapso no atendimento dos atingidos’ direta ou indiretamente pelo coronavírus ().

Ainda cita dificuldades administivas, financeiras e temporais em fazer certames durante a pandemia, que exige distanciamento social. De acordo com o texto, o projeto abrange contos e contações que tenham termo anterior final de prorrogação durante o período do Decreto nº 14.247, de 14 de abril de 2020 – o que estabelece calamidade pública em saúde pública. A extensão valerá para o Proinc (Programa de Inclusão Profissional).

O secretário de Gestão de Campo Grande, Agenor Mattiello, explicou que o intuito, com a prorrogação, é preservar concursos e processos seletivos em andamento, que já estão prestes a vencer. O titular afirmou que analisará a proposta para detalhá-la. Encaminhada na segunda-feira (1), a medida ainda não foi distribuída nas comissões da Casa de Leis, conforme consta no sistema da Casa de Leis.

 

Com pandemia, Prefeitura de Campo Grande quer estender contratações por um ano

Notícias sobre o assunto:

Mais notícias