Prefeitura busca consultoria para plano sobre zonas de interesse cultural no Centro de Campo Grande

Limite do contrato será US$ 200 mil

A abriu uma PMI (Proposta de Manifestação de Interesse) para contratar consultoria que atualize plano das zonas de interesse cultural no Centro. A previsão faz parte do Programa de Desenvolvimento Integrado – Viva Campo Grande II, segundo documento divulgado no Diário Oficial desta quarta-feira (11).

O município explica que contratou financiamento do (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e que, parte dos recursos, será destinado para atualizar o documento chamado ‘Plano Local das Zonas Especiais de Interesse da Região Urbana do Centro’ e o valor máximo da contratação é US$ 200 mil.

De acordo com o texto, a consultoria contratada, após o procedimento licitatório aberto hoje, terá um ano para fazer os serviços. Nesta quarta-feira, a convida empresas interessadas para manifestarem interesse no contrato. Elas terão de apresentar ofício com dados e contatos, além de informarem e demonstrarem qualificação para prestarem serviços.

“A escolha da lista curta será baseada na experiência e competências relevantes da empresa e de sua equipe multidisciplinar na elaboração e/ou revisão de planos ísticos que envolvam criação e/ou atualização legislativa”, traz um trecho do documento, que pode ser conferido na íntegra na página 12 (clique aqui).

Prefeitura busca consultoria para plano sobre zonas de interesse cultural no Centro de Campo Grande
Mais notícias