Por R$ 899,5 mil, Saúde compra mais testes rápidos para Covid-19

Teste aponta se paciente tem ou não imunidade à doença, mas não dá diagnóstico

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) comprou sem licitação testes rápidos para diagnóstico da por R$ 899,5 mil. O extrato do contrato foi publicado na edição desta terça-feira (15) do Diário Oficial Eletrônico (DOE).

Os itens serão adquiridos da empresa Sterifarma Produtos Cirúrgicos. O contrato vale por 120 dias (cerca de quatro meses).

A compra sem licitação é amparada no estado de decretado em razão da pandemia e em lei federal que trata do assunto.

Esse tipo de teste identifica os anticorpos (IgG e IgM), marcadores de infecção recente ou tardia, respectivamente. Ele é feito através de uma amostra de sangue do paciente.

O teste rápido não é o meio ideal para apontar se uma pessoa teve ou não a doença. Isso ocorrer através do RT-PCR, o popular “cotonete no nariz”. No Estado, há pontos de testagem em Campo Grande, Dourados, Corumbá e Três Lagoas. 

Além do , a Capital conta com um ponto de testagem rápida instalado na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho. O interessado em passar pelo teste deve telefonar para 0800 647 09 11, onde passará por uma triagem antes do agendamento.

Por R$ 899,5 mil, Saúde compra mais testes rápidos para Covid-19
Mais notícias