Piloto condenado por narcotráfico e lavagem de dinheiro terá aeronave leiloada em MS

Com valor calculado em R$ 800 mil, aeronave foi alienada

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul autorizou, em despacho publicado nesta quinta-feira (13) no Diário Oficial do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), a alienação da Cessna, prefixo PR-USS, que segundo as investigações pertenceria a um piloto já condenado por tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

Avaliada em R$ 800 mil, a será leiloada pela Justiça Federal. Ela está apreendida desde junho do ano passado no Aeroporto internacional de Ponta Porã. De acordo com o processo, as denúncias apontam os crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

O avião estaria registrado em nome de outra pessoa e há indícios de que era utilizado para transporte de drogas. Consulta ao site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) mostra que a de 1976 está registrada em nome de uma mulher, tem capacidade para 1.724 quilos e autorização para voo IRF (Instrument Flight Rules) noturno.

Tráfico de drogas

O piloto chegou a ser preso em 2010 em Minas Gerais, por suspeita de tentar fugir com uma suspeita de ser utilizada no transporte de cocaína, em uma pista de pouso desativada da Usina Furnas Centrais Elétricas.

Ele já havia fugido em 2007, quando pagou propina para escapar do presídio de Concepción, no Paraguai. A fuga foi cotada em US$ 15 mil, cerca de R$ 30 mil à época. (Texto editado às 13h26, a pedido de familiares do piloto)

Piloto condenado por narcotráfico e lavagem de dinheiro terá aeronave leiloada em MS
Mais notícias