MPMS apura se prefeito de Sidrolândia prorrogou licença da esposa irregularmente

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) abriu inquérito civil para investigar possível irregularidade cometida pelo prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, ao prorrogar uma licença de sua esposa, servidora municipal.

A abertura da apuração pela 3ª Promotoria de Justiça de Sidrolândia foi publicada na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial do Ministério Público. O processo pode ser acompanhado online ou presencialmente, na sede do MPMS no município.

Segundo consta no inquérito, será apurado a conduta de Ascoli quando a prorrogação do período de licença para trato de interesse particular, a chamada TIP, de Ana Lídia Ascoli, sua esposa, “em clara inobservância à legislação pertinente”.

Além do período em que Marcelo Ascoli é prefeito, o Ministério Público também deve apurar as licenças tiradas nas gestões anteriores. Se comprovadas as irregularidades, os fatos podem incidir em prática de ato de improbidade administrativa.

MPMS apura se prefeito de Sidrolândia prorrogou licença da esposa irregularmente
Mais notícias