Manutenção de rodovias em Campo Grande e Amambai vai custar R$ 23,7 milhões

Serviço engloba mais de 2 mil km de estradas estaduais

A (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) contratou duas empresas para realizar manutenção e conservação de rodovias asfaltadas ou não nas regiões de Campo Grande. Os avisos de resultados de licitação foram publicados na edição desta sexta-feira (27) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Na 1ª Residência Regional de Campo Grande, a Transenge Engenharia e Construções vai executar o serviço ao longo de 1.130,600km, ao custo de R$ 11,2 milhões.

Já na 11ª Residência Regional de Amambai, serão 984,800km sob responsabilidade da BTG Empreendimentos, Locações e Serviços, por R$ 12,4 milhões.

Os resultados foram confirmados em favor das empresas e homologados oficialmente pela . Não foi divulgado o prazo para a execução dos serviços, que só deve começar oficialmente quando as empresas receberem a Ordem de Início de Serviço.

Manutenção de rodovias em Campo Grande e Amambai vai custar R$ 23,7 milhões
Mais notícias