Justiça determina que Reinaldo pague professores temporários afastados para disputar eleição

Fetems recorreu ao TJMS, que mandou retomar os pagamentos

Após decisão do (Tribunal de Justiça de ), o governador do Estado, (), autorizou o pagamento dos salários de 36 professores temporários. O decreto foi publicado na edição desta sexta-feira (30) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Os docentes foram afastados há mais de dois meses para disputar as eleições municipais. Porém, tiveram seus vencimentos suspensos.

A (Federação dos Trabalhadores em Educação de ) recorreu ao , que determinou que o governo volte a pagar os salários até o julgamento do mérito.

O afastamento dos professores começou em 15 de agosto e vai até o dia 25 de novembro.

Justiça determina que Reinaldo pague professores temporários afastados para disputar eleição
Mais notícias