Inquérito vai apurar falhas na educação à distância em escolas particulares de Campo Grande

Em meio às discussões sobre o retorno das aulas na rede particular de ensino, inquérito civil foi instaurado pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) para apurar os problemas que estão sendo enfrentados por alunos de Campo Grande no período de pandemia, em função das aulas à distância.

Entre as falhas que serão verificadas está a falta de estrutura tecnológica de algumas escolas particulares. Além disso, o procedimento irá tratar do fato de que nem todos os estudantes possuem condições de acompanhar as aulas online ou realizar atividades nessa modalidade.

Os trabalhos serão conduzidos pela 46ª Promotoria de Justiça, no processo de 06.2020.00000686-8. Como requeridas, constam todas as escolas da rede particular de ensino da Capital.

A abertura do inquérito foi publicada na edição do Diário Oficial do MPMS desta terça-feira (26) e a condução será responsabilidade do promotor Paulo Henrique Camargo.

Inquérito vai apurar falhas na educação à distância em escolas particulares de Campo Grande
Mais notícias