Hospital polo contra coronavírus terá que enviar plano para usar repasse milionário

Unidade em Jardim terá acréscimo de 5 leitos de UTI e recursos para despesas com pandemia

Procedimento administrativo foi instaurado pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) para acompanhar os repasses que serão efetuados ao Hospital Marechal Rondon, em Jardim. A unidade deverá atuar como polo de atendimento aos casos do novo coronavírus em toda a região sudoeste de MS e terá que apresentar, em 10 dias, plano de trabalho para uso de repasse milionário.

Conforme publicado em diário oficial nesta sexta-feira (29), a Promotoria de Justiça do município foi informada de que o Governo do Estado irá disponibilizar mais de R$ 1 milhão em recursos ao hospital, além de cinco leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) que serão mantidos e custeados pelo Estado.

Além disso, decreto de municipal de n.º 1.981/2020 autoriza convênio com a prefeitura para repasse de até R$ 300 mil, que serão usados no atendimento emergencial de despesas de consumo, inclusive pessoal e encargos e de investimentos para prevenção e tratamento da pandemia .

Em função dos novos repasses, a Promotoria determinou o envio de ofício para que o hospital apresente, no prazo de 10 dias, o plano de trabalho no qual serão investidos os valores.

Hospital polo contra coronavírus terá que enviar plano para usar repasse milionário
Mais notícias