Governo suplementa R$ 29,9 milhões para operacionalização de fundos

Maior parte vai para fundo de desenvolvimento econômico e equilíbrio fiscal

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (), assinou decreto de suplementação do orçamento na ordem de R$ 29,9 milhões. O decreto foi publicado na edição desta segunda-feira (28) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Foram destinados R$ 25 milhões para operacionalização do Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado). 

Foram cancelados R$ 4,1 milhões e R$ 120 mil da atenção à saúde regionalizada; R$ 10 mil para qualificação das ações e serviços de saúde voltadas a assegurar os princípios do SUS (Sistema Único de Saúde); e R$ 5 mil para implementação de ações, programas e estratégias de atenção à saúde no âmbito do Fundo Estadual de Saúde, destinando esses R$ 4,2 milhões para gestão e manutenção do fundo.

Do Fundo Especial da PGE (Procuradoria-Geral do Estado), foram cancelados R$ 567 mil da área de gestão operacional e modernização do órgão para serem pagas indenizações na folha de pessoal.

O (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) vai receber R$ 107 mil para manutenção e operacionalização. A (Fundação de Turismo) terá R$ 34 mil para o mesmo fim, oriundos do Serviço da Dívida Interna – juros e amortizações.

Governo suplementa R$ 29,9 milhões para operacionalização de fundos
Mais notícias