Gastos com recursos da União para combate ao coronavírus na fronteira serão monitorados

MPMS instaurou procedimentos para apurar transparência em Paranhos e Sete Quedas

Procedimentos administrativos instaurados pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) irão fiscalizar a transparência e acesso à informação relacionados às verbas recebidas da União e do Governo do Estado para o combate ao novo coronavírus em dois municípios da região de fronteira.

As aberturas dos processos foram publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (20) e direcionadas aos municípios de Paranhos e Sete Quedas. Durante os procedimentos, o MPMS irá chegar os gastos administrativos específicos, incluindo licitações, dispensas e contratos para compra de insumos.

As administrações terão prazo de 10 dias para se manifestarem se darão cumprimento às recomendações feitas pelo órgão com base na legislação sobre gastos públicos.

Gastos com recursos da União para combate ao coronavírus na fronteira serão monitorados
Mais notícias