Empresas que disputam licitação do Aquário do Pantanal são habilitadas

Prazo para apresentação de recursos é de cinco dias úteis

As três empresas que disputam a licitação de mais de R$ 4,4 milhões para conclusão do revestimento de alumínio composto – forro e monocapa do Aquário do Pantanal, em Campo Grande, foram habilitadas pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), conforme o resultado divulgado nesta quinta-feira (23).

A licitação foi aberta na última segunda-feira (20) e as concorrentes – Alubond Indústria e Comércio, Aluminun Comunicação Visual e Salver Construtora e Incorporadora-, entregaram os documentos necessários para disputa.

No dia, a Agesul suspendeu a licitação para análise dos documentos, divulgando nesta quinta-feira o resultado da habilitação das empresas. Agora, foi aberto o prazo de cinco dias úteis para apresentação de recursos. 

Caso não tenha nenhum recurso, a nova sessão pública para abertura dos envelopes de propostas de preços fica marcada para 31 de janeiro de 2020, às 09h, na sede da Agesul. 

Licitação

Esta é a terceira licitação aberta pela Agesul, para concluir a obra do Aquário do Pantanal, localizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Desta vez, o valor global é de R$ 4.434.413,03.

A mesma licitação foi disputada em outubro, mas as empresas Aluminum de Campo Grande e a Alubond, de São Paulo, foram inabilitadas pela Comissão de Licitação por ausência de cumprimento de exigências previstas no edital.

Na época, a Agesul, abriu prazo para ambas se readequarem, mas no dia 2 de dezembro, as duas concorrentes não cumpriram com a forma estabelecida quanto à entrega da documentação. Sendo assim, em razão do processo de licitação ter sido declarado fracassado, foi aberta nova licitação.

Mais notícias