Empresa vai receber R$ 6 milhões para concluir asfalto na MS-382, em Bonito

Teccon S/A venceu licitação para concluir pavimentação na Serra da Bodoquena

A empresa Teccon S/A Construção e Pavimentação venceu licitação de R$ 6.095.389,93 para concluir a pavimentação asfáltica da MS-382, Serra da Bodoquena, em Bonito, distante 298 quilômetros de Campo Grande. 

O aviso de resultado de licitação foi publicado em Diário Oficial nesta quinta-feira (2). A licitação tipo concorrência é para conclusão da pavimentação asfáltica da MS-382, no trecho na Serra da Bodoquena, em Bonito e subtrecho da nascente do córrego Cerradinho, em 7,88 quilômetros. 

Conforme consta do processo, o resultado foi devidamente adjudicado à empresa vencedora sendo igualmente homologado todo o procedimento pela autoridade competente em 26 de dezembro de 2019.

Obra milionária

A pavimentação da MS-382 teve início em dezembro de 2014, mais precisamente no dia 8. A obra foi avaliada na época, em R$ 21 milhões custeados com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) e foi prorrogada por três vezes. 

Na época, a execução dos trabalhos era feita pela empresa Construtora Alvorada Ltda. A primeira paralisação de 120 dias aconteceu em 18 de dezembro de 2015.

Em abril de 2016, o prazo da paralisação foi prorrogado por mais 120 dias, e de acordo com um novo termo de prorrogação de paralisação publicado no Diário Oficial do Estado, a obra foi interrompida até dezembro de 2016, totalizando um ano dos serviços paralisados.

Em abril de 2017, o governo de Mato Grosso do Sul injetou mais R$ 1,8 milhões de recursos estaduais na segunda etapa das obras de pavimentação asfáltica da MS-382. A etapa cobria 23,2 quilômetros de rodovia.

A segunda etapa da obra vinha sendo paralisada desde dezembro de 2015 por falta de recursos federais que compunham o contrato. A empresa responsável pela pavimentação, Equipe Engenharia, assinou com o governo do Estado ainda em 2014. Com o aditivo, o valor da obra aumentou para R$ 25,6 milhões.

Ambas as etapas utilizaram recursos do Fundersul.

 

Mais notícias