Empresa vai concluir asfalto em bairro de Camapuã por R$ 900 mil

Agesul divulgou dois contratos que serão pagos com recursos do Fundersul, no valor total de R$ 1,2 milhão

Serviços de pavimentação e drenagem de águas em Camapuã e a contratação de uma empresa especializada em projetos para implantação de asfalto em Dourados, vão custar R$ 1.262.551,98‬. O pagamento será feito com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rural).

Em Camapuã, a 114 quilômetros de Campo Grande, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) contratou a GNV Engenharia e Comércio para executar obras de infraestrutura urbana que se encontram na 3º etapa, de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais na Rua Joaquim Faustino Rosa, na Vila Olidia Pereira da Rocha.

Para os serviços, a empresa vai receber R$ 900.777,14 e tem 180 dias consecutivos contados a partir desta quinta-feira (30) para concluir a obra. O diretor-presidente da Agesul Luis Roberto Martins de Araújo e o responsável pela empresa, Gilmar Natalino Volpini Júnior, assinaram o extrato de ordem de execução dos serviços, no dia 23 deste mês. 

Em Dourados, a empresa PAE Engenharia foi contratada para elaborar projeto de pavimentação asfáltica, duplicação, ampliação, acessibilidade e drenagem de águas pluviais, na rodovia Nelson Moraes de Mattos. 

O contrato tem valor de R$ 236.771,82, pagos também com recursos do Fundersul. São 180 dias consecutivos para a elaboração do projeto. Araújo e Maristela Ishibashi Toko de Barros assinaram o extrato no dia 13 de janeiro. 

A Agesul também divulgou contrato para realizar serviços de adequação de calçada do prédio da central de medicamentos da SES (Secretaria de Estado de Saúde), em Campo Grande, e adequar o PSCIP (Projeto de Segurança contra Incêndio e Pânico).

O contrato é com a Airos Construtora Eireli, no valor de R$ 125.003,02. Os recursos são do Tesouro. A empresa tem 120 dias consecutivos para concluir a adequação. Araújo e Celso Acuna Soria assinam o extrato.

Mais notícias