Em três meses, governo obtém receita de R$ 3,2 bilhões

Recursos foram arrecadados por meio de impostos, transferências e outras operações

O governo de Mato Grosso do Sul angariou receita total de R$ 3,2 bilhões no 4º bimestre deste ano. Os números constam em um relatório da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) na edição desta quarta-feira (30) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

A previsão inicial era de R$ 15,8 bilhões ao longo de 2020, mas o Estado reviu a estimativa, que saltou para R$ 16,2 bilhões. O montante levantado no 4º bimestre é referente aos meses de julho a agosto.

De janeiro a agosto, foram arrecadados R$ 7,5 bilhões em impostos, sendo R$ 5,8 bilhões de (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) e R$ 291,9 milhões de IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), entre outros tributos.

Nesse mesmo período, as despesas públicas foram da ordem de R$ 2,1 bilhões. Desse total, R$ 1,1 bilhão foram apenas para pagar a folha salarial do funcionalismo público.

Segundo quadrimestre

Em outro relatório da Sefaz, referente ao segundo quadrimestre do ano, período que vai de maio a agosto, foi apresentado um gasto de R$ 9,2 bilhões em despesas com pessoal.

O Estado tem uma dívida consolidada de R$ 9,4 bilhões nesse período, sendo R$ 2,4 bilhões apenas com empréstimos.

Os dois relatórios podem ser conferidos na íntegra no DOE (clique aqui para acessar, a partir da página 6).

Em três meses, governo obtém receita de R$ 3,2 bilhões
Mais notícias