Detran-MS prorroga contrato com empresa investigada na Lama Asfáltica

Dono da PSG foi preso em outra operação, a Vostok

O (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) prorrogou contrato com a empresa Tecnologia Aplicada. O extrato do termo aditivo foi publicado na edição desta quarta-feira (23) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

A é investigada no âmbito da Operação Lama Asfáltica. O proprietário da empresa foi preso em outra operação, a Vostok.

Antônio Celso Cortez foi apontado, na delação da , como emissário de políticos sul-mato-grossenses no suposto recebimento de propinas pagas pela multinacional em troca da concessão de benefícios fiscais.

No edital da licitação vencida pela PSG em 2018, o objeto do certame é a “contratação de empresa especializada na área de informática para disponibilização de solução informatizada, incluindo Hardware, Software e Serviços inerentes, pertinente ao controle de veículos e condutores e extensiva ao apoio nas atividades de Gestão do , em âmbito estadual”.

A prorrogação é de oito meses e 23 dias, começando em 1º de outubro e encerrando em 23 de junho de 2021. Essa é a terceira prorrogação do contrato.

Detran-MS prorroga contrato com empresa investigada na Lama Asfáltica
Mais notícias