Contrato de R$ 282,9 mil prevê reforma no Horto Florestal em cinco meses

A MDP foi escolhida para arrumar prédios, biblioteca, guaritas, banheiros, pintura, pisos e telhados no local de lazer

Contrato entre a Prefeitura de Campo Grande e a MDP de R$ 282.923,05 prevê reforma do Horto Florestal, em Campo Grande. O anúncio da escolha pela empresa já tinha sido feito e, agora, a publicação do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (30) oficializa a contratualização.

O local de fica na , com a Avenida Fernando Corrêa da Costa, no Bairro Amambaí. A obra deve ocorrer em 150 dias consecutivos, além dos 90 dias de duração do contrato.

A MDP desbancou duas concorrentes, a RGC Construtora e Incorporadora e a Andrade Construções, após apresentar proposta 22,71% menor que os R$ 366 mil orçados inicialmente.

A empresa estará responsável pela reforma dos prédios da administração e da biblioteca, além das guaritas, banheiros, pintura, pisos e telhados. O recurso vem de um montante de R$ 30 milhões do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) da .

Além do Horto Florestal, a  planeja reformar ainda este ano pelo menos mais três espaços públicos de da cidade – o Parque Elias Gadia e as praças da Mata do Jacinto e do Guanandi. Somando as quatro áreas, os investimentos superam R$ 2 milhões

Contrato de R$ 282,9 mil prevê reforma no Horto Florestal em cinco meses
Mais notícias