Publicado contrato de R$ 11,4 milhões para corredor de ônibus na Marechal Deodoro

Próxima etapa é autorizar início da obra, que tem prazo de um ano para conclusão

Campo Grande fechou contrato de R$ 11.411.264,69 para implantação e melhoria do sistema de transporte coletivo, referente ao corredor sudoeste, na Avenida Marechal Deodoro.  Segundo divulgado no desta segunda-feira (26), o contrato é entre a Prefeitura da Capital e a Engepar Engenharia e Participações. A empresa executará o serviço no trecho entre o e .

Ainda de acordo com a publicação, a obra faz parte do PAC 2, Mobilidade de Grandes Cidades. Quando foi lançada,  no primeiro semestre de 2020, a licitação estimava custos de até R$ 12.585.239,82, segundo o edital publicado na ocasião. A contratada terá 1 ano para concluir o serviço, prazo contado a partir do início da obra.

Obra

No memorial descritivo, a Prefeitura de Campo Grande informa construções de estações de embarque, com o objetivo de melhorar condições para os usuários e organizar a circulação de veículos e pedestres em seu entorno.

Essa obra é a última parte da implantação do Corredor Sudoeste do transporte coletivo. A via será recapeada, começando em frente ao  e atravessará a rotatória com a Avenida Manoel da Costa Lima. Depois, início do trecho em pista dupla, a faixa exclusiva de ônibus será implantada junto ao canteiro central, com estações de pré-embarque.

Os dois primeiros braços do Corredor Sudoeste do transporte coletivo já estão quase prontos. No trecho Guia Lopes/Brilhante, estão sendo feitas as sinalizações horizontal e vertical, além de instaladas as 5 estações programadas para o trecho de 2,2 km. Na sequência, virão novos semáforos. Os 3,8 km da Bandeirantes estão recapeados.

Publicado contrato de R$ 11,4 milhões para corredor de ônibus na Marechal Deodoro
Mais notícias