Política / Transparência

Com 16 casos confirmados, Dourados terá 5 dias para ampliar leitos e UTI pelo SUS 

Terceiro município sul-mato-grossense com maior número de casos do novo coronavírus, Dourados recebeu prazo de 5 dias para ampliar sua capacidade de atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Conforme recomendação expedida pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (7), a prefeitura deverá adotar medidas administrati...

Danúbia Burema Publicado em 07/05/2020, às 18h52 - Atualizado às 19h01

(Foto: A.Frota)
(Foto: A.Frota) - (Foto: A.Frota)

Terceiro município sul-mato-grossense com maior número de casos do novo coronavírus, Dourados recebeu prazo de 5 dias para ampliar sua capacidade de atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Conforme recomendação expedida pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (7), a prefeitura deverá adotar medidas administrativas para pactuação formal de leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais da cidade.

A medida considera “que a saúde pública de Dourados, muito antes da eclosão da pandemia, já se mostrava com sérias dificuldades para atendimento da demanda rotineira, com déficit de leitos, UTI, profissionais
da saúde, insumos e medicamentos básicos, não sendo exagero adjetivar a situação atual como caótica”.

Na publicação, o MPMS traz o mapa hospitalar de leitos clínicos e UTI do Plano de Contingência Estadual para Infecção Humana pelo Coronavírus, elaborado no mês de abril, incluindo se há ou não oferta atual e qual a disponibilidade de ampliação em cada um dos hospitais: Missão Caiuá, Hospital Evangélico, Hospital Universitário UFGD, Hospital da Vida, Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados e Santa Rita.

Jornal Midiamax