CNJ, TJMS e Agepen assinam termo para implantar Escritório Social para ex-presidiários de MS

Convênio tem vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 60 dias

O (Conselho Nacional de Justiça) firmou convênio com o (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e com a (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de MS) visando a cooperação para a efetiva implementação, acompanhamento e avaliação de uma política de atenção à egressos do sistema prisional. O extrato do termo de cooperação técnica consta no DOU () desta quinta-feira (19).

Conforme a publicação, a cooperação ocorrerá nos termos propostos em leis e diretrizes nacionais e internacionais, de forma a concretizar condições institucionais necessárias para a implementação do Escritório Social no Estado Mato Grosso do Sul.

De acordo com o , o Escritório Social é um dos eixos centrais do Projeto Cidadania nos Presídios e busca permitir a integração dos serviços a ex-detentos com o objetivo de reunir em um só local órgãos e instituições, públicas e privadas, a fim de apoiar  egressos do sistema carcerário nas dificuldades encontradas no primeiro momento de contato com a liberdade e impedir a reincidência criminal.

O termo tem assinatura do dia 17 de novembro, com vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado por até mais dois meses. Assinam o documento o presidente do , ministro , o presidente do , desembargador Paschoal Carmello Leandro, e o presidente da , Aud de Oliveira Chaves – Presidente.

CNJ, TJMS e Agepen assinam termo para implantar Escritório Social para ex-presidiários de MS
Mais notícias