Após denúncia, Governo de MS diz que licitação da Sefaz com ganhadora suspeita está suspensa

Questões jurídicas referentes à contratação ainda deverão ser analisadas pela PGE, informou Executivo

Após denúncia de que empresa classificada em licitação da Sefaz-MS (Secretaria de de Mato Grosso do Sul) com custo estimado de R$ 60 milhões não poderia participar de concorrências nem contratar com administração pública, por irregularidades na execução de contratos e problemas na Justiça do Trabalho, o Governo do Estado informou que o certame em questão encontra-se suspenso.

Conforme nota oficial, o pregão de n.º 001/2020 aguarda apresentação de recursos, que serão analisados pela PGE (Procuradoria Geral do Estado) em relação às ‘questões jurídicas’.

Consta na ata do pregão com data de quinta-feira (9) que a Produserv Serviços foi classificada com valor de R$ 39.970.260,00 – R$ 20,1 milhões a menos do que apontado no .

Mas, de acordo com o Portal da Transparência da (Controladoria-Geral da ), por “inexecução total ou parcial do contrato”, a empresa teve sanção de “suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com a entidade sancionada por prazo não superior a dois anos”.

A proibição começou a valer em 7 de junho de 2019 e se estende até 7 de junho de 2021. Já a licitação do Governo de Mato Grosso do Sul foi aberta no início de 2020 e as propostas em 7 de julho. A denúncia contra a primeira classificada foi feita por outras empresas que participam do processo.

Confira a íntegra do posicionamento do Executivo sobre o caso:

Nota à imprensa

O procedimento licitatório referente ao Edital Pregão n. 001/2020-SEFAZ ainda está em tramitação, e encontra-se suspenso aguardando a apresentação de recursos, que serão analisados inclusive com o acompanhamento da Procuradoria Geral do Estado (PGE), no que se refere às questões jurídicas.

Pautado pela legalidade e economicidade em todos os processos licitatórios, o Governo do Estado reitera que não houve publicação de adjudicação e homologação do certame – instrumentos jurídicos que declaram empresas vencedoras em licitações. Ou seja, não há empresa contratada.

Após denúncia, Governo de MS diz que licitação da Sefaz com ganhadora suspeita está suspensa
Mais notícias