Agesul aumenta prazo e valor de contrato com empresa que faz projeto de asfalto na MS-162

Egetra Engenharia tem quatro contratos com Agesul, todos de elaboração de projeto de pavimentação

Projeto para pavimentação em trecho de 6 km da MS-162, está sendo elaborado. (Folha de Dourados, Divulgação)

O valor subiu e o prazo foi prorrogado do contrato que a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) fez com a empresa Egetra Engenharia LTDA para elaboração de projeto com objetivo de implantar asfalto da rodovia de acesso entre a MS-162 e a BR-463, em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande. O trecho de 6,6 quilômetros é entre o aeroporto Francisco de Matos Pereira e a BR-463. 

Conforme o extrato de termo aditivo publicado em Diário Oficial nesta segunda-feira (13), o valor do contrato subiu de R$ 180.048,10 para R$ 209.426,82, ou seja, um acréscimo de R$ 29.378,72. 

O prazo para a elaboração do projeto foi prorrogado por mais 30 dias e deve ser concluído ainda nesta segunda-feira (13). 

O projeto é para a implantação de asfalto da rodovia de acesso entre a MS-162 e a BR-463, Trecho: Entrº MS-162 -BR-463/MS, Subtrecho: Final do Pavimento Aeroporto Municipal de Dourados – Entrº BR-463/MS, com extensão aproximada de 6,600 quilômetros, no município.

A Egetra Engenharia tem mais três contratos com a Agesul, todos de elaboração de projeto para implantação de pavimento asfáltico. O valor total dos quatro contratos é de R$ 1.764.369,62.

A empresa também elabora projeto para asfaltar a MS-162 em outro trecho: entre BR-267 (Maracaju), entre MS-270 (Placa do Abadio), nos municípios de Maracaju, Dourados e Itaporã. Por este contrato, a Agesul pagou R$ 1.299.747,58.

 

Mais notícias