Agesul aditiva R$ 771 mil em contrato com empresa que constrói Hospital Regional de Dourados

O prazo de conclusão da obra também sofreu alteração e foi adiado para mais 144 dias

O contrato com a Engenharia e Participações, responsável pela construção do Hospital Regional de Dourados, sofreu acréscimo de R$ 771 mil devido a uma reprogramação de serviços. A empresa venceu licitação em 2018 no valor de R$ 25,8 milhões.

O segundo termo aditivo ao contrato foi disponibilizado pela (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) no desta sexta-feira (19).

De acordo com a publicação, o aditivo será pago com recursos do Fundo Especial de Saúde e altera o valor e prorrogação de prazo do contrato, referente à execução da obra de construção de unidade de atenção especializada em saúde, no município. 

Portanto, fica acrescido ao contrato o valor de R$ 771.605,45 e a vigência também foi adiada por mais 144 dias, contando de 20 de junho de 2021 até 10 de novembro do próximo ano. 

Segundo a assessoria de comunicação da , o aditivo foi necessário devido a uma reprogramação dos serviços que estão em execução e, ambas modificações foram aprovadas pelo Ministério da Saúde.

Ainda de acordo com o esclarecimento, o Termo de Aditivo, que é um complemento ao contrato assinado inicialmente, é um instrumento legal e bem comum em obras de grande ou pequeno porte.

A empresa é responsável pela construção do Hospital de Dourados.

Agesul aditiva R$ 771 mil em contrato com empresa que constrói Hospital Regional de Dourados
Mais notícias