SED autoriza reformas em escolas de MS que vão custar R$ 1,2 milhão

Duas escolas em Campo Grande, uma em Itaquiraí e outra em Angélica, devem receber manutenção

Quatro extratos de ordem de execução de serviços para reformas em escolas, foram publicados no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (11), pela SED (Secretaria Estadual de Educação). O valor total das obras e adequações em escolas de Campo Grande, Itaquiraí e Angélica, é de R$ 1.219.935,65. 

Com a ordem de execução publicada, as empresas podem começar a trabalhar e reformar as escolas. A ALT Engenharia Eireli, vai fazer serviços de fechamento da quadra de esportes e pintura geral da unidade escolar Arlindo de Andrade Gomes, em Campo Grande. 

O valor do contrato é de R$ 312.238,54, que serão pagos com recursos da conta estadual. O prazo para o término da obra será de até 210 dias consecutivos, contados a partir desta segunda-feira. 

A empresa Renova Construções e Paisagismo LTDA vai realizar serviços de adequação nas instalações elétricas e sistema de Prevenção de Combate a Incêndio, na Escola Estadual Joaquim Murtinho, também na Capital.

O valor cobrado pelo serviço foi de R$ 290.188,52 e a empresa tem até 180 dias consecutivos para concluir o trabalho. 

A terceira Ordem de Execução divulgada no Diário Oficial é para a Sotenco Engenharia & Construções Eireli, realizar serviços de pintura geral, implantação de transformador de 112,5 KVA, reparos nas instalações elétricas e em parte da cobertura na Escola Estadual Leopoldo Dalmolin em Itaquiraí. 

Pelos serviços, a empresa cobrou R$ 306.472,35. São 180 dias consecutivos para concluir os trabalhos. 

Por fim, a DT3 Construção Eireli foi contratada para realizar serviços de fechamento de quadra com alambrado e reparo na cobertura na Escola Estadual. Dr. José Manoel Fontanillas Gragelli, no município de Angélica. 

O valor do contrato é de R$ 311.036,24 e a empresa tem 210 dias consecutivos para concluir a obra. 

SED autoriza reformas em escolas de MS que vão custar R$ 1,2 milhão
Mais notícias