Sancionado reajuste de 4,17% que será pago em 2 vezes para servidores municipais

Acréscimo representa impacto de R$ 2,1 milhões aos cofres municipais

O reajuste de 4,17% dos servidores de Campo Grande, que será pago em duas vezes, foi sancionado nesta quinta-feira (31). A proposta foi aprovada na Câmara Municipal em regime de urgência na terça-feira (29).

Conforme o texto publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), 1% será pago em outubro (na folha de novembro), e 3,1386% em dezembro, quando chegará aos 4,17%. Na semana passada, o secretário de Gestão do município, Agenor Mattiello, foi à Casa de Leis para falar sobre ações feitas em benefício do servidor e afirmou que o projeto chegaria em 10 dias.

Com os 4,17% aplicados, a Prefeitura de Campo Grande desembolsará mais R$ 523.399,34 entre outubro e novembro e, em dezembro, quando completar os 4,17%, R$ 2.181.469,56 – valor confirmado pelo secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto. O município lembra que está no limite prudencial da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), no que se refere aos gastos com servidores, ao justificar os 4,17%.

Nesta quinta-feira, foi sancionado o crédito suplementar de R$ 1,6 milhão. O dinheiro vai para firmar parcerias com instituições públicas ou privadas para implantar uma estação de monitoramento da qualidade do  ar e para ações de habitação social.

Mais notícias